segunda-feira, 18 de maio de 2009

A dança em cima da corda. - Efeméride Ian Curtis, vocalista dos Joy Division, suicidou-se há 29 anos


Uma corda a guardar um corpo a balouçar, sobre um ecrã a transmitir 'Ballade vom kleinen Soldaten' do Werner Herzog ditou o fim dos Joy Division. Ian Curtis fazia, assim, a sua última actuação, numa pequena aldeia a 10km de Manchester, em casa de seu pai.
Deixando no currículo três LP's de originais, 'Unknown Pleasures', 'Still' e 'Closer' - que acabaria por se destacar, sendo considerado a obra-prima da banda - a carreira dos Joy Division acabou no dia em que deveria ter começado, pois nesse mesmo fatídico dia, a banda voaria para ao Estados Unidos da América para iniciar uma digressão.
Ian Curtis morreu, assim, aos 23 anos, deixando um espólio que ainda hoje gostamos de dissecar. Dos despojos nasceram os New Order, que acabaram por se revelar uma das mais importantes bandas dos anos 80/90 e que ainda hoje, caminham entre nós, libertos do corpo e da alma, que hà 29 anos, suspenso numa corda se despediu de uma curta visita terráquea.

IN Mundo Universitário
http://www.facebook.com/ext/share.php?sid=83577387491&h=TY0zQ&u=oHRQ0&ref=nf