terça-feira, 14 de abril de 2009

MARCELO 2D "A ARTE DO BARULHO"


Em países onde grassa a corrupção, e a desigualdade social pontua o dia-a-dia, é natural que esses estigmas se reflictam na arte. E nem o Brasil, nem Marcelo 2D fogem a esse estereótipo intervencionista, que deambula por culturas latinas, mas que nem sempre levam a água ao seu moinho, graças à vulgaridade e ao populismo com que alguns intérpretes compõem.
Mas a "arte do barulho" não deve ficar esquecida numa prateleira, pois não peca no discurso, e encontra momentos de verdadeira beleza na sonoridade, destacando este registo dos demais. Como canta Marcelo -malandro é malandro – vamos lá escutar este.

IN MUNDO UNIVERSITÁRIO
http://www.mundouniversitario.pt/