sexta-feira, 20 de março de 2009

PAU DE CABINDA "AU NATUREL"

É certo e sabido, que os boavisteiros tiveram que reduzir no café, nós no sal e os africanos têm agora que cortar no Control e no Durex. Mas eu sei de fonte segura, "acabei de inventar agora" que uma famosa marca de saquinhos de látex para pilas, sofreu um revês na produção diária por um contratempo na máquina que produzia o "XXL SIZE".
Aflitos foram ao confessionário do Vaticano pedir uma ajudita ao benfeitor que usa a sandálias do pescador, já que temiam que o stock armazenado se esgotasse, mas garantiram, que quando a máquina estiver oleada, a fornicação africana pode seguir sem problemas.
Também da mesma fonte, fui informado que o Louçã vai a África pedir para se reduzir no sal da sopinha, isto claro numa odisseia jesuíta em contornos de um neo colonialismo. palavra do senhor!